Permalink

0

O que é insônia transitória?

A insônia é dividida em três categorias: ocasional, transitória e crônica. Os problemas de sono podem ocorrer de maneiras diferentes. Em geral, o que muda é a duração e os fatores que causam a dificuldade. Então, saiba hoje o que é insônia transitória e como ela pode ser tratada.

Antes de chegar à fase crônica, considerada uma doença, é possível reverter o quadro de insônia. Então, descubra mais sobre esse mal e veja como cuidar da saúde do seu sono.

O que é insônia transitória? 

Diferentemente da insônia ocasional, que dura apenas alguns dias, o problema transitório interfere em mais noites de sono. O primeiro caso pode acontecer com todas as pessoas devido a uma preocupação ou ansiedade leve, como a expectativa pelo resultado de uma prova ou entrevista de emprego.

Já a insônia transitória pode ter a duração de até três semanas e suas causas incluem: estresse, ambiente inadequado, novo turno no trabalho e uso de substâncias estimulantes.  

Também chamada de insônia aguda, essa dificuldade para adormecer é o grau intermediário. Porém, se tratada da forma correta, é possível acabar com a insônia e ter um sono tranquilo e reparador.

Em geral, o problema é resolvido ao eliminar as substâncias ou circunstâncias que levam ao estado de alerta. Porém, se mesmo após o fim da fonte da falta de sono o quadro persistir, é o momento de buscar a orientação médica.

Como a insônia transitória é diagnosticada?

A forma mais rápida para diagnosticar a insônia transitória é apresentar o histórico clínico do paciente. Sendo constatado uma regularidade dos despertares noturnos, como três vezes por semana, há menos de 21 dias é um indício do distúrbio.

Com esse relatório, o especialista em saúde pode identificar se há transtornos emocionais (como estresse) ou abuso de substâncias estimulantes (café, cola, guaraná em pó, energético etc).

Além disso, maus hábitos noturnos também podem causar a insônia aguda. Alguns casos que levam a isso são: ter um quarto com muitas luzes ou ruídos, usar eletrônicos perto da hora de dormir e excesso de tabaco, nicotina ou cafeína à noite.

Apenas o clínico geral, neurologista ou psiquiatra pode afirmar o quadro de insônia aguda. Nunca utilize medicamentos sem orientação médica. Prefira como primeiro passo um remédio natural contra a insônia.

Qual o tratamento para a insônia transitória?

Para saber qual o tratamento para a insônia transitória é preciso achar as razões que levam à dificuldade. Por isso, é importante ver se há hábitos prejudiciais durante a noite ou se a pessoa sofre com alguns transtorno afetivo.

Caso o problema seja causado pelo estilo de vida, o médico indicará algumas mudanças no comportamento do paciente, como evitar aparelhos eletrônicos e bebidas estimulantes 4 horas antes de ir para a cama.

Porém, se a insônia for causada por depressão, estresse ou ansiedade, o especialista indicará o tratamento para o elemento desencadeante. Logo, o médico prescreverá também antidepressivos, medicamentos contra a ansiedade ou reguladores de humor.

Ao saber o que é insônia transitória e sua diferença entre os outros tipos, é possível cuidar da maneira correta desse mal. Mantenha a qualidade do seu sono, assim seus dias serão muito mais produtivos e tranquilos.

Quer conhecer uma solução natural contra a insônia? Então, experimente a suplementação para melhorar o sono. Visite o site oficial de Triptopax e veja como esse suplemento tem ajudado diversas pessoas no Brasil e nos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

campos obrigatórios estão marcados * .